PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO APROVAM COMPRA DE TERRENO PARA CONSTRUÇÃO DA NOVA SEDE DO SINPREFI EM ASSEMBLEIA ON-LINE
Desde a fundação do sindicato, há 10 anos, filiados e filiadas do SINPREFI reivindicam a construção de uma sede recreativa para uso próprio. Agora, o sonho começa a se tornar realidade. Na noite de sexta-feira (20), os profissionais aprovaram, em assembleia on-line, a compra de dois terrenos para o novo espaço administrativo e social. A votação contou com a participação de 68 pessoas, que pela maioria, aprovaram a aquisição do imóvel.
Juntos, os terrenos somam 1.453 m² e estão sendo vendidos pelo valor de R$ 750 mil. No espaço, pretende-se construir uma sede administrativa mais espaçosa e com acessibilidade para melhor atendimento e acolhimento aos filiados e filiadas. Também, uma sede social, com espaço para lazer e confraternizações, salão amplo para festas e reuniões e estacionamento seguro. Os terrenos estão localizados na Rua David Bordim, no Jardim Boa Vista, próximo a atual sede da Secretaria Municipal de Educação de Foz do Iguaçu.
Devido a pandemia, a solução encontrada pela diretoria do SINPREFI para realização da assembleia foi plataforma on-line, por meio do canal do sindicato no YouTube. Antes do início da discussão dos assuntos em pauta, a assessora jurídica do SINPREFI, a advogada Solange Machado, salientou a legalidade do ato. “São duas chamadas de presença e um processo limpo e claro, desde a convocação até a finalização, estando disponível depois para consulta dos filiados na sede do sindicato”, concluiu.
A presidente do sindicato, Marli Maraschin de Queiroz, abriu a assembleia apresentando a proposta aos filiados e filiadas. “Já é uma reivindicação antiga da categoria e nossa diretoria analisou diversos terrenos durante dois anos, até que, por fim, encontramos esta opção. Está em ótima localização, se enquadra nas nossas possibilidades e esperamos que agrade a todos”, afirmou a presidente antes da votação.
A diretora de assuntos jurídicos do SINPREFI, Claudiana Martins, comentou sobre as condições dos terrenos. “São dois espaços plainos, sem benfeitorias e que possibilitam a construção. Estão em um ambiente residencial e comercial, com fácil acesso, documentação em dia e condições de compra favoráveis”, disse Claudiana. Individualmente, cada terreno possui 726,40 m².
Durante a assembleia, a presidente respondeu algumas dúvidas dos filiados, como a questão do projeto. “Após a aquisição, iniciaremos os trâmites para elaboração do projeto. Também em assembleia apresentaremos e definiremos por aquele que melhor atende nossas necessidades”, respondeu Marli. Segundo ela, há uma ideia de parceria com universidades da cidade. “Quem sabe podemos pedir para que acadêmicos de engenharia e arquitetura possam criar estes projetos e o aprovado recebe uma premiação. São assuntos que definiremos após a compra”, enfatizou.
Marli também lembrou que, após a construção da sede administrativa, o atual imóvel no qual fica a diretoria do SINPREFI deverá ser vendido. “Assim que nos mudarmos para o novo espaço, a casa atual onde atuamos será vendida e esse dinheiro que conseguirmos também poderá ser utilizado na construção da sede social”, salientou a presidente.
Aberta a votação, 68 filiados e filiadas participaram, sendo 67 destes favoráveis à compra e 1 contrário. Pela maioria, ficou aprovada a aquisição dos terrenos. “Agradecemos a todos pela confiança na diretoria e juntos vamos batalhar agora para a construção da nova sede”, comemorou Marli.
Outros assuntos
Além da votação para aquisição dos terrenos, a presidente do SINPREFI aproveitou a assembleia para comentar outros assuntos relacionados a categoria. Marli afirmou que, na próxima semana, deverá solicitar uma reunião com o prefeito reeleito de Foz do Iguaçu, Francisco Lacerda Brasileiro, para apresentar algumas propostas do sindicato para os profissionais da educação.
Segundo ela, mesmo com o congelamento de algumas tramitações por conta da pandemia, outras não geram impactos à prefeitura e podem ser realizadas. “Queremos que o prefeito nos receba para desengavetarmos algumas propostas”, finalizou.
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.