Na noite de ontem (08), no Centro Escola Bairro Érico Veríssimo, no Jardim São Paulo, foi realizada reunião para debater tabelas de referência e escolher as comissões com representantes de cada categoria de professores e profissionais do ensino público municipal de Foz do Iguaçu.

Servidores debateram a progressão de referências e apresentaram propostas às diretoras do SINPREFI, Marli M. de Queiroz e Viviane Jara Benitez.

Os representantes da categoria de professores do Ensino Fundamental com carga horária de 20 horas/aula propuseram avançar 3 referências na base da tabela, iniciando a partir da referência 36 e não da 33 como é atualmente.

Os representantes dos professores de Educação Física optaram pelo mesmo número de avanço de referências, 3 referências na base da tabela, passando da referência 42 para a referência 45.

Com aprovação por unanimidade, a categoria de representantes dos secretários de escola também decidiu pelo avanço de 3 referências na base da tabela, exemplificando, a tabela iniciaria na referência 56 e não na 53.

A maioria dos representantes dos professores da Educação Infantil de Foz do Iguaçu, que possuem carga horária semanal de 40 horas/aula, escolheu o avanço de 4 referências na base da tabela, partindo da referência 57 para 61, apenas um representante se absteve.

Os agentes de apoio, profissionais da educação que atuam nos CMEI’s do município, decidiram por unanimidade pela proposta do avanço de 16 referências na base da tabela, indo da referência 37 para a referência 53.

As sugestões captadas na reunião de ontem serão apresentadas por Viviane Jara Benitez e Gean Wernke representantes do SINPREFI na Comissão de Revisão e Reformulação do Plano de Cargos e Carreira do Magistério, na próxima reunião marcada para hoje, 9, na sala das comissões da SMED.

Além desses temas, outros também foram tratados, entre eles: número de alunos por turma na Educação Infantil, indicações de nomes para composição das comissões de representantes de cada categoria, reivindicações dos agentes de apoio, dos secretários e de professores, entre outros. #SINPREFI #Referências

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.