A reunião foi ontem (5), na sede da Diretoria de Saúde Ocupacional da Prefeitura. Os representantes do SINPREFI e da SMED consideraram que a principal queixa dos profissionais é em relação à falta de professores nas escolas municipais e nos CMEIs. Isso tem causado estresse constante.

A diretora de Ensino Fundamental da SMED, Eliziane Diesel Rodrigues, presente à reunião, ressaltou que houve convocação de 89 professores por PSS e que 14 não se apresentaram. O pedido foi para que, paralelamente aos esforços para resolver o problema, a Diretoria de Saúde Ocupacional interfira com ações que possam amenizar os níveis de estresse nas unidades escolares com dificuldades.

A diretora de Saúde Ocupacional, Solange de Freitas esclareceu que já há ações em andamento, abrangendo todos os servidores do município e algumas específicas para a área da educação. Segundo ela, por meio de uma parceria com a Itaipu será promovido o segundo módulo de formação com foco em saúde. Além disso, está previsto para o segundo semestre, um ciclo de palestras sobre Desenvolvimento de Habilidades de Relações Sociais para todos os servidores do município.

Solange de Freitas pontuou que há dois psicólogos ligados à Diretoria de Saúde Ocupacional e que um deles faz atendimentos mais voltados a profissionais da educação. Citou também as ações feitas para auxiliar os profissionais que se sentem doentes: roda de terapia, academia laboral, apoio psicoterápico, terapias naturais alternativas, etc. Para o segundo semestre, estão previstas capacitações sobre desenvolvimento financeiro, identificação de ruídos excessivos e prevenção de surdez, além de prevenção ao suicídio.

Ficou definido que a Diretoria de Saúde Ocupacional fará ações específicas, em conjunto com SINPREFI e SMED, nas escolas municipais e nos CMEIs que tiverem mais urgência de interferência. “Estamos atentos aos problemas de infraestrutura das unidades escolares e aos problemas de saúde dos professores e demais profissionais da educação. Essas ações conjuntas são formas de levarmos solução às escolas e CMEIs,” disse Maria Rice, presidente do SINPREFI. #SINPREFI #SaúdedoProfessor#SER #SMED

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.