O SINPREFI iniciou uma série de assembleias regionais nos bairros de Foz para tratar da revisão do Plano de Carreira do Magistério. A primeira foi na Escola Arnaldo Isidoro de Lima, na região da Vila “C”, na última sexta-feira (13/04). Ontem (18), o encontro foi na Escola Presidente Getúlio Vargas, na região da Vila Adriana, a partir das 18h.

As representantes do SINPREFI iniciaram os trabalhos apresentando a prestação de contas da entidade. A presidente Maria Rice explicou que, atualmente, o SINPREFI tem cerca de 1300 sindicalizados que contribuem para a manutenção da luta sindical e pela defesa dos direitos dos trabalhadores da educação, “mas é preciso que haja mais participação, porque as nossas conquistas”, disse ela, “atendem a toda a categoria e não só aos sindicalizados.” Ao todo, são, em torno de 2600 profissionais atuantes no setor da educação municipal.

Em seguida, o grupo passou para o debate de artigos do Plano de Carreira do Magistério, previsto na Lei Municipal 4362/2015. As principais dúvidas giraram em torno:
– das regras sobre o estágio probatório;
– das possibilidades de progressão na carreira por formação, incluindo a segunda pós-graduação;
– da progressão por apresentação de 160 horas de cursos de formação;
– da declaração de hora-atividade que deve ser feita pelo diretor da escola.

Rice também esclareceu a questão dos profissionais que aguardam p

osicionamento sobre as 160 horas de cursos de formação protocoladas. Em torno de 1100 professores conseguiram ter avanço na carreira. Cerca de 600 não protocolaram os comprovantes e outro grupo de aproximadamente 600 profissionais aguarda análise da documentação. O SINPREFI acompanha os processos.

A próxima assembleia regional será na sexta-feira (20), às 18h, na Escola Irio Manganelli, região do Morumbi.

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.