A professora Marli Maraschin de Queiroz, presidente eleita do SINPREFI na última terça-feira (11), foi convidada para participar, ao vivo, do Programa Fatos & Versões, da Rádio Cultura. A entrevista foi na quinta-feira (13), nos estúdios da rádio. Marli participou de debates em torno de vários temas, como a Estrada do Colono, mas falou, especialmente, sobre a situação atual da educação pública municipal de Foz do Iguaçu e sobre as condições de trabalho dos professores e dos demais profissionais da educação.

“Melhorando as condições de trabalho do professor se melhora toda a educação. E mais: não se trata apenas do professor, temos os secretários de escola, os agentes de apoio, as merendeiras e todos os outros,” disse Marli que surpreendeu pelo posicionamento em relação aos Prêmios do IDEB: “Eu não acho correto, porque acho que professor não precisa de prêmio, precisa de um salário que seja digno”. O salário base do professor do município, hoje, pra 20 horas, é de R$ 1.378,45. “Um professor que tenha que pagar aluguel, já complica,” exemplificou.

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.