SINPREFI torna pública retificação relacionada ao ofício encaminhado à SMED, pedindo proteção à saúde dos profissionais da Educação inseridos no contexto de aulas remotas.

Consideramos adequado informar que, conforme consta no ofício, a informação repassada por alguns profissionais de que “alguns diretores escolares cometem assédio moral com os professores que não se sentem confortáveis em gravar vídeos… …que impõem obrigações….” fica mais clara da seguinte forma:

NÃO SE REFERE A TODOS OS DIRETORES E/OU COORDENADORES PEDAGÓGICOS, que são reivindicações da categoria, mas o que consta no texto da ata trata de casos pontuais.

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.