SINPREFI PROMOVE 2ª REUNIÃO REGIONAL PARA DEBATER VOLTA ÀS AULAS NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL

Mais de 60 profissionais da Educação da região de Três Lagoas participaram da 2ª Videoconferência Regional promovida pelo SINPREFI nesta quarta-feira (29), a partir das 17h30. O debate girou em torno da possibilidade de volta às aulas na rede pública municipal da Educação em setembro.

Diretores, coordenadores, professores manifestaram a opinião que têm em relação ao retorno das aulas, especialmente, na Educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino fundamental, com crianças de até 10 anos. As considerações abordaram:

– a dificuldade de se evitar o contato físico entre crianças pequenas;
– a dificuldade de se evitar o compartilhamento de objetos e materiais;
– a necessidade de se preservar a saúde dos alunos e dos profissionais na ausência da existência de vacina;
– o receio de contaminar familiares de grupos de risco
– a insegurança em relação aos equipamentos de proteção que serão oferecidos para uso no trabalho

Marli Maraschin de Queiroz (presidente do SINPREFI), Elaine Cardoso Teotonio (diretora pedagógica), Viviane Jara Benitez (diretora de políticas sindicais), Ivete Ana Frizon (diretora de previdência e aposentados) conduziram os debates e esclareceram que todos os apontamentos irão compor um documento elaborado pelo SINPREFI ao final das cinco videoconferências regionais que serão promovidas. A primeira foi realizada com os profissionais da educação da região do Jardim América, na última segunda-feira (27) e a próxima será com profissionais da região do Morumbi, na sexta-feira (31).

A advogada do SINPREFI, dra Solange Machado, também participou da videoconferência e fez algumas orientações jurídicas sobre questões individuais e coletivas relacionadas ao modo de trabalho durante a pandemia. Amanhã (30), às 19h, ela participará de uma Live na FanPage do sindicato para esclarecer dúvidas de filiados, principalmente relacionadas às ações judiciais em andamento.

As representantes do SINPREFI explicaram que houve solicitação, por meio de ofício, da criação de um comitê municipal para avaliar a questão da COVID-19 no meio educacional e que o pedido ainda não foi respondido. Existe apenas um comitê composto por membros do Governo do Estado, a maioria técnicos, com a participação de um membro da APP/Foz e do SINEPE (Sindicato das Escola Particulares).

Entre os assuntos gerais, os participantes foram informados que receberão duas máscaras encomendadas pelo SINPREFI para se protegerem; que o atendimento presencial na sede do sindicato ocorre apenas por agendamento, cumprindo todas as medidas de segurança à saúde; e que o sindicato está disponível para prestar total apoio aos profissionais que precisarem de qualquer respaldo nesse período atípico.

#SINPREFI #JUNTOSSOMOSMAISFORTES

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.