SINPREFI E SISMUFI REALIZAM REUNIÃO ON-LINE COM AGENTES DE APOIO
A reunião on-line foi na tarde de ontem (17) e contou com a participação de 30 agentes de apoio. Pelo SINPREFI participaram: Marli Maraschin de Queiroz (presidente do sindicato), Viviane Jara Benitez (diretora de políticas sindicais do sindicato) e Viviane Fiorentin (diretora de relações públicas do SINPREFI). Aldevir Hanke (presidente) e Elaine Ribeiro (secretária) representaram o SISMUFI.
Os sindicatos chamaram os agentes de apoio para esclarecer divergências nas informações relacionadas à cedência deles para outras unidades de ensino.
“Os agentes de apoio serão cedidos apenas para CMEI’s?”
“É cedência ou transferência?”
“Há legalidade?”
“Qual função o agente de apoio irá assumir na nova unidade?”
Na terça-feira (16), em reunião dos sindicatos com a SMED, a presidente do SINPREFI perguntou às representantes da SMED sobre a legalidade em relação à realocação de agentes de apoio de CMEI´s para escolas municipais, conforme tem sido informado ao sindicato por profissionais da educação. A secretária de educação disse que ainda não está certo que isso será feito, mas que o que já ocorreu foi o remanejamento de agentes de apoio entre CMEI´s e que estão priorizando unidades escolares próximas ao endereço de residência deles. A diretora de Educação Infantil, Luciana Moreira, alegou que a medida está amparada na Lei 173 (Lei da Pandemia).
Segundo informações da SMED não serão transferências e sim, cedências.
Viviane Jara lembrou que em 2020 foi redigido um decreto registrando esses remanejamentos. “Esperamos que esse ano seja formalizado também!”, disse ela.
De imediato, SINPREFI E SISMUFI farão um documento pedindo que a SMED oficialize essas cedências para as unidades de ensino. Além disso, que em cada caso de cedência estejam registradas informações como: o novo local de atuação provisória, quanto tempo o agente ficará cedido, quais funções assumirá, entre outras.
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.