SINPREFI E SISMUFI BUSCAM POSICIONAMENTO SOBRE OS ATRASADOS
Depois de quase um mês aguardando posicionamento da Prefeitura sobre pagamentos de atrasados, representantes do SINPREFI e SISMUFI se reúnem com prefeito Chico Brasileiro. A reunião foi hoje (04) cedo, na sala de reuniões do gabinete, e também contou com a presença do secretário de administração, Nilton Bobato.
O primeiro assunto tratado foi o pagamento dos retroativos das promoções implementadas em setembro, represadas desde 2019. Segundo o prefeito, um estudo foi encomendado à Secretaria da Fazenda para amparar a proposta de pagar 50% dos atrasados para os servidores da Educação e pagar três meses dos atrasados para os demais servidores. A proposta oficial será enviada na próxima segunda-feira (08) pelo prefeito Chico Brasileiro aos sindicatos.
Em relação ao reajuste da data-base relacionado ao período de maio de 2020 a maio de 2021, uma reunião será marcada até o dia 17 de dezembro para tratar da implementação e o projeto de lei será encaminhado à Câmara de Vereadores para aprovação em janeiro.
Nilton Bobato assumiu que a Prefeitura deve em torno de R$ 15 milhões aos servidores. Ele afirmou que estão buscando uma maneira de pagar os retroativos, mas já antecipou que não pagarão juros sobre os atrasados. Quanto à implementação da promoção por capacitação e/ou treinamento (160h) e das promoções de nível que foram protocoladas após 27 de maio de 2020, o secretário afirmou que não há previsão de implementação e que a gestão aguarda um parecer do Tribunal de Contas em relação aos efeitos da Lei 173.
“O dinheiro já não vale mais a mesma coisa. Precisamos saber o que vocês irão pagar e quando, para que os trabalhadores organizem suas contas”, cobrou a presidente do SINPREFI, Marli Maraschin de Queiroz.
“Tudo está condicionado à questão do índice da folha”, afirmou Chico Brasileiro. Segundo ele, a decisão de pagar ou não virá junto com um parecer do Tribunal de contas do Estado do Paraná.
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.