PROSISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DECIDEM POR ESTADO DE GREVE EM ASSEMBLEIA GERAL
Em Assembleia Geral, realizada nesta quarta-feira (10), 91,3% dos participantes que votaram deliberaram por estado de greve. Mais de 300 profissionais da educação acompanharam a Assembleia on-line promovida pelo SINPREFI. A pauta principal foi o retorno das aulas presenciais no município de Foz.
O SINPREFI defende a proposta de manter o atendimento remoto e estabelecer estado de greve até que haja condições sanitárias que possam dar segurança para proteção da saúde de toda a comunidade.
Alguns profissionais fizeram uso da palavra e defenderam posicionamentos contrários a retomada das aulas presenciais. Consideram que o aumento excessivo dos novos casos de coronavírus em Foz e a falta de vacinas para a população são fatores alarmantes para não retomar às aulas presenciais nesse momento.
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.