Levantamento feito pelo SINPREFI com educadores do município aponta que 96,4% são contra o retorno das aulas. Entre as justificativas estão: insegurança em relação à prevenção do contágio dentro de sala e medo de contaminar parentes.

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.