ASSOCIADOS DO SINPREFI VALIDAM ASSEMBLEIAS ON-LINE, VOTAM PELO ENSINO REMOTO E PEDEM QUE O EXECUTIVO TORNE PÚBLICO TODO O TRABALHO REALIZADO PELA CATEGORIA NO PERÍODO DE PANDEMIA – INCLUSIVE O PRESENCIAL – QUE VEM SENDO FEITO PELOS PROFESSORES E PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DESDE O INÍCIO DE FEVEREIRO
Os professores e profissionais da educação que participaram da Assembleia Geral on-line convocada pelo SINPREFI ontem (26), a partir das 18h, validaram a realização das assembleias de forma on-line, como vem sendo feito desde o início da pandemia, no ano passado. O sindicato optou por consultar formalmente os filiados apenas para validar essa decisão que já havia sido tomada em contato com a base e para pôr fim a questionamentos sobre a legalidade das assembleias on-line. A assessora jurídica do SINPREFI, Solange Machado, explicou o respaldo legal para a realização das assembleias por plataformas on-line e reforçou que seguem o estatuto da entidade e os resultados são registrados em cartório como sempre ocorreu.
Os diretores do SINPREFI também apresentaram dados de uma consulta feita com os profissionais da educação que atuam em escolas e CMEI´s do município. Em torno de 1.200 profissionais responderam ao formulário. A maioria se manifestou favorável ao ensino remoto e contrário a uma paralisação neste momento, ainda mais depois da publicação dos decretos estadual e municipal suspendendo as aulas presenciais nos próximos dias.
A decisão final da Assembleia Geral foi pela elaboração e entrega de um ofício, por parte do SINPREFI para o executivo municipal, solicitando que o prefeito Chico Brasileiro torne público quais são as atividades e serviços prestados pelos profissionais da educação desde o início da pandemia. “Queremos que a sociedade saiba, em detalhes, que estamos trabalhando sim!,” reafirmou a presidente do SINPREFI, Marli Maraschin de Queiroz. No documento também constará que os profissionais da educação estão à disposição do município para cumprir o calendário letivo de forma remota como ocorreu no ano passado.
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.