ASSEMBLEIA CONJUNTA DELIBERA A FAVOR DA PROPOSTA DO PAGAMENTO TOTAL DE 8,35% REFERENTE A DATA-BASE
Na noite de ontem (22), Assembleia Conjunta entre SINPREFI e SISMUFI aprovou reposição inflacionária dos últimos 12 meses (julho de 2020 à junho de 2021) de 8,35% parcelados em quatro vezes de 1,69% (setembro, outubro, novembro e dezembro de 2021) e mais uma quinta parcela de 1,6% (janeiro de 2022). A proposta foi aprovada com 97,4% dos votos (340 votos). A Assembleia foi realizada pelo canal do Youtube do SINPREFI. A votação foi individual e ocorreu através de formulário on-line.
A convocação da Assembleia Geral para deliberar sobre a data-base veio depois da reunião com o prefeito Chico Brasileiro e com representantes do executivo, na manhã da última segunda-feira (19), quando os líderes sindicais, juntamente com a assessora jurídica do SINPREFI, dra. Solange Machado, debateram a proposta remodelada e encaminhada para a prefeitura na semana anterior. O documento continha duas possibilidades de pagamento dos reajustes atrasados, “considerando que o município não concedeu aos servidores públicos municipais a revisão geral anual em 1º. de maio de 2020, (índice acumulado de 2,46% pelo IPCA); considerando ainda, que não concedeu a revisão geral anual em 1º. de maio de 2021 (índice acumulado de 6,75 pelo IPCA):
O prefeito Chico Brasileiro considerou viável a segunda proposta apresentada, mantendo o último pagamento para janeiro, porque assim não haverá problemas no índice da folha de pagamento. A nova proposta já antecipava manifestação favorável do Tribunal de Contas do Estado do Paraná em consulta provocada pelo Município de Campo Bonito levando em conta as definições da Lei 173/20 (Lei da Pandemia).
Com isso definido, ainda fica pendente de negociação o pagamento de 0,86% restantes referentes à diferença da somatória da inflação das duas datas bases 2020 e 2021 (9,21%) que deve entrar na negociação da data-base de 2022.
Após os sindicatos protocolarem e encaminharem a deliberação para a prefeitura de Foz, seguirão no acompanhamento da tramitação desta lei que irá regulamentar essa reposição. Posteriormente passará pela Câmara, será assinada pelo prefeito, para então ser implementada no mês de setembro.
Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.