4ª VIDEOCONFERÊNCIA REGIONAL DO SINPREFI PARA DEBATER A VOLTA ÀS AULAS

Quase 50 profissionais da Educação da Regional Vila “C” participaram da 4ª videoconferência promovida pelo SINPREFI. O sindicato está promovendo esse debate para ouvir os educadores que atuam em CMEI´s, Escolas e unidades de Centro Escola Bairro sobre uma suposta retomada das aulas. A reunião virtual foi no final da tarde de ontem (05) pela plataforma Google Meet.

O debate envolveu a possibilidade de retomada das aulas nos âmbitos escolar, profissional e social. Os principais apontamentos apresentados na reunião, foram:

– risco de contaminação de alunos e profissionais da Educação, além dos familiares
– pandemia do Novo Coronavírus em ascendência no Estado do Paraná
– algumas regionais com muitos moradores atuantes em frigoríficos da região (onde têm sido constatados casos de COVID-19)
– falta de perspectiva imediata de anúncio de vacina contra Novo Coronavírus
– uso de equipamentos de proteção
– compartilhamento de materiais e utensílios entre as crianças
– preocupação com a logística de cuidados com as crianças, distanciamento e limpeza com poucos profissionais em cada instituição
– preocupação com a adaptação das crianças pequenas sem poder pegá-las no colo

Além dessas considerações, os profissionais que atuam nas Escolas compartilharam que receberam um questionário da Secretaria de Educação do Município para ser aplicado com os pais. Conforme apresentado na videoconferência, os profissionais sentiram com as respostas, uma comunidade bastante esclarecida e consciente da situação atual de enfrentamento à pandemia. Relatos apontaram que quase 90% dos pais de cada unidade não são a favor do retorno das aulas tão brevemente. Os professores consideraram que, mesmo as atividades remotas não sendo o processo ideal para ensinar, estão fluindo. Acreditam que o melhor é prezar pela saúde de todos.

Outro assunto tratado na reunião foi a possibilidade de retorno às aulas de algumas séries das escolas particulares. Os profissionais apresentaram descontentamento com essa decisão e ressaltaram a importância da consciência coletiva da sociedade. Também foi indicada a previsão de atendimento psicológico para docentes e alunos caso as aulas presenciais retornem.

A presidente do SINPREFI, Marli M. de Queiroz compartilhou com os colegas educadores que foi convidada para assumir cadeira no Comitê Municipal de Gerenciamento e Retorno às Aulas Presenciais em Foz do Iguaçu (CMGRAP). Conforme publicação em Diário Oficial do Decreto municipal nº 28.381, do dia 03 de agosto de 2020, o comitê foi criado “com a finalidade de elaboração e indicação de normas e protocolos de segurança sanitária, de higiene, saúde e prevenção para o espaço escolar e apoio na construção do plano estratégico de retomada das aulas na modalidade presencial, emitindo pareceres com orientações ao Prefeito Municipal e/ou Gabinete de Crise para a tomada de decisão”. Marli enfatizou que representará os trabalhadores da base, levando a realidade de cada regional para as reuniões do Comitê. As reuniões iniciaram nesta quinta-feira (06).

Os participantes apresentaram insatisfação com relação à quantidade de representantes da comunidade escolar e professores do Ensino Fundamental e Educação Infantil. Sugeriram que mais profissionais dessas representatividades sejam incluídos no Comitê.

Ao final da videoconferência, a presidente do sindicato e as diretoras informaram aos participantes que o SINPREFI irá entregar 02 máscaras por filiados. Também apresentaram outras pautas relacionadas as ações judiciais em andamento, sugestões de ideias que se enquadrem ao cenário atual para a comemoração do Dia do Professor, próximas atividades do SINPREFI nas redes sociais. As diretoras pediram que os profissionais continuem lutando unidos em defesa dos direitos dos profissionais da Educação.

#sinprefi #educação

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.