A presidente do SINPREFI, Marli Maraschin de Queiroz, pediu ao prefeito Chico Brasileiro que seja feita reunião pública para explicar aos servidores do município o aumento na alíquota de contribuição de previdência de 11% para 14%. A solicitação foi feita durante reunião coletiva realizada ontem (09), pela manhã, no gabinete do prefeito.

Durante a reunião também foram abordados os termos do Projeto de Lei Complementar que regulamenta as mudanças do regime previdenciário municipal, encaminhado pelo Governo Municipal para aprovação na Câmara de Vereadores.

Representando o SINPREFI estavam presentes, além da presidente, Marli M. de Queiroz: Viviane Jara (diretora de políticas sindicais), Fátima Veres (professora aposentada), Ana Délia Santos Carlos (diretora de funcionários). Também participaram: representantes de conselhos fiscais do município (como o Conselho Fiscal da Câmara Municipal); lideranças do SISMUFI (presidente, Aldevir Hanke e membros da diretoria); representantes do corpo administrativo do município, Salete Horst (secretária de Administração Municipal), Osli Machado (procurador do município de Foz) e representantes da Foz Previdência: Áurea Fonseca (diretora superintendente da FozPrev), Reginaldo Adriano da Silva (diretor financeiro), Cristina Ogura (diretora de benefícios), Miguel Dal Olmo (diretor administrativo) e Magda Trindade (Conselho Deliberativo).

Após muitos debates sobre as mudanças na lei municipal, a partir da aprovação da reforma da Previdência e da tramitação da PEC paralela, o prefeito Chico Brasileiro atendeu ao pedido do SINPREFI, com a concordância dos demais presentes, para que seja realizada, pela prefeitura, ainda essa semana, uma reunião pública com os servidores municipais explicando o acréscimo na alíquota de contribuição previdenciária e os demais cenários do Regime de Previdência Municipal.

A intenção é que o atuário Luiz Cláudio Kogut, responsável pelo relatório de avaliação atuarial dos fundos financeiro e previdenciário da FozPrev, esteja presente na Plenária, inicialmente prevista para a próxima sexta-feira (13), às 18h, na Câmara Municipal, e apresente documentos e cálculos que comprovem a necessidade do aumento.

A diretoria do SINPREFI ressalta a importância da participação massiva de todos os servidores para esclarecer dúvidas, receber as informações corretas e refletir sobre o cenário atual.

Além disto, SINPREFI e SISMUFI agendaram uma Assembleia Extraordinária prevista para o dia 18 de dezembro às 18 horas (quarta-feira) no CCI CENTRO DE CONVIVÊNCIA DO IDOSO (PRAÇA DA BÍBLIA) com a intenção de que TODOS os servidores municipais tenham oportunidade de ampliar seus debates.

Pouco antes da reunião na Prefeitura, os representantes do SINPREFI participaram de uma reunião na FozPrev buscando mais explicações sobre a situação do aumento da alíquota para os servidores municipais. As diretoras pediram que a FozPrev forneça documentos que comprovem todas as mudanças e previsões apresentadas.

A diretora Viviane Jara complementou: “Vamos aguardar que nos encaminhem os documentos que comprovam o que conversamos aqui para repassar para análise da assessoria jurídica do SINPREFI e depois apresentar à categoria.” Além dos membros do SINPREFI, estavam na reunião: Áurea Fonseca (diretora superintendente da FozPrev), Reginaldo Adriano da Silva (diretor financeiro), Cristina Ogura (diretora de benefícios) e Miguel Dal Olmo (diretor administrativo).

Reginaldo Adriano apresentou uma planilha de previsão do fundo financeiro até junho de 2020 que aponta o fim dos recursos. “É uma previsão, porque temos que levar em conta os servidores que estão prestes a se aposentar. É uma decisão do servidor se aposentar ou não. Dessa forma, não temos como calcular exatamente,” explicou Reginaldo Adriano.

A presidente do SINPREFI, Marli M. de Queiroz, com o apoio das demais colegas afirmou: “Não podemos decidir nada sem apresentar para a categoria. Precisamos convocar uma assembleia para apresentar a situação e para que o servidor tenha a oportunidade de analisar as condições futuras.” A diretoria da FozPrev se dispôs a encaminhar os documentos para o sindicato.

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.