Diretores do SINPREFI e do SISMUFI se reuniram com representantes da FozPrev para debater as medidas que deverão ser tomadas em busca de uma solução para o déficit de R$ 3,5 bilhões da Previdência Municipal, um dos assuntos mais preocupantes atualmente.

A reunião foi na última quarta-feira (07), às 18h, na sede do SISMUFI, no centro.

A diretora superintendente da FozPrev, Áurea da Fonseca, esclareceu mais uma vez as questões relacionadas ao déficit estabelecido num dos fundos da Previdência Municipal, fruto de sucessivas más gestões passadas.

A previsão é de que, em 2020 não haja mais dinheiro para pagar as aposentadorias dos servidores enquadrados no Fundo Financeiro – os contratados até 1998.

A FozPrev, em conjunto com o Conselho Deliberativo, na presidência da Srª Magda O. Trindade, elaborou um ofício que será encaminhado ao prefeito Chico Brasileiro contendo alertas em relação a decisões futuras do executivo que podem afetar ainda mais a Previdência Municipal e por consequência os Ativos da PMFI.

Com a reunião, SISMUFI e SINPREFI passam a ter ciência que essas medidas estão sendo tomadas e que esses alertas estão sendo feitos.

O SINPREFI planeja uma transmissão ao vivo, via Facebook, com a diretora superintendente da FozPrev, Áurea da Fonseca, para que ela esclareça a questão a fundo e tire dúvidas reais dos servidores e filiados.

Essa “Live” será anunciada com antecedência nos nossos canais de comunicação com os filiados. Contamos com a participação de todos para melhor entendimento da questão.

Além disso, Áurea da Fonseca recomendou que os servidores se informem melhor sobre esse assunto pelo site da FozPrev http://fozprev.pmfi.pr.gov.br clicando no link: Educação Financeira.

Ali é possível agendar a participação em palestras sobre o tema. Há duas datas previstas para ainda este ano: 10/12/2018, das 8h30 às 11h30 | 12/12/2018, das 14h às 17h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas on-line.

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.