PREFEITO FAZ REUNIÃO ONLINE COM SINPREFI SOBRE PLANO DE CARREIRA E MEDIDAS EMERGENCIAIS RELACIONADAS AOS DECRETOS SOBRE CORONAVÍRUS

Representantes do SINPREFI participaram hoje (31), às 11h30, de reunião online com o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro. No encontro, que durou pouco mais de 20 minutos, foram tratados temas pontuais de interesse dos profissionais da Educação e abordada a questão da negociação do Plano de Carreira da Educação – já que a versão encaminhada pelo SINPREFI depois de aprovação em Assembleia Geral está em análise pelo executivo municipal. As representantes do SINPREFI que participaram da reunião são: Marli Maraschin de Queiroz (presidente do SINPREFI), Ana Délia Santos Carlos (representante dos funcionários da Educação) e Viviane Jara Benitez (diretora de políticas sindicais).

Com o decreto de calamidade pública, recém publicado em Foz do Iguaçu, em função do Coronavírus, os líderes sindicais perguntaram como ficará:

– PAGAMENTO DOS CHS
O SINPREFI defendeu que seja garantindo o pagamento para os profissionais que cumprem Carga Horária Suplementar (CHS), uma vez que também são servidores públicos municipais, estão à disposição do município e vivem situação de muita insegurança com a previsão de cortes nos salários. O prefeito Chico Brasileiro respondeu que, na próxima sexta-feira (03), será emitido um novo boletim epidemiológico apontando como está a propagação do Coronavírus em Foz. Segundo ele, com base neste boletim, serão planejadas as próximas ações no município, inclusive o calendário escolar. Isso tem relação direta com o pagamento dos profissionais de CHS. O prefeito afirmou que, na terça-feira (07), irá divulgar se o salário de abril será pago ou não. Chico Brasileiro solicitou ao SINPREFI que protocole um ofício pedindo um posicionamento sobre o pagamento do salário de abril para estes profissionais, garantindo assim, uma resposta oficial. Os líderes sindicais informaram que o protocolo estava fechado, mas o ofício será protocolado, pois há um coletivo dos profissionais que soma cerca de 100 pessoas aguardando essa definição para honrar com seus compromissos financeiros.

– DESCONTOS EM FOLHA DE PAGAMENTO.
Os representantes do SINPREFI reivindicaram que o prefeito Chico Brasileiro SUSPENDA os descontos de consignados feitos em folha de pagamento neste período de incertezas. O prefeito recomendou que o servidor protocole esse pedido diretamente nos bancos para que sejam abertas as negociações bancárias. Segundo ele, os servidores com empréstimos na Caixa Econômica Federal já podem fazer esse pedido online, porque já houve aval do banco nesse sentido, prevendo suspensão de 2 meses dos descontos.

– SUSPENSÃO TEMPORÁRIA DO VALE-TRANSPORTE
O SINPREFI solicitou que sejam suspensos os descontos de vale-transporte na folha de pagamento, já que a maioria dos profissionais da Educação não está se deslocando ao local de trabalho nesse período.

– RETROATIVOS DE 2019
A presidente do SINPREFI, Marli Maraschin de Queiroz, cobrou o pagamento dos retroativos de 2019, assunto pendente na negociação com o sindicato. Chico Brasileiro justificou que a prioridade agora é manter a folha de pagamentos em dia e que, assim que a negociação for retomada, voltarão a tratar desse assunto.

– NEGOCIAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA
O prefeito afirmou que a negociação do Plano de Carreira da Educação vai ficar parada neste momento, mas que há possibilidade de que os prazos no âmbito municipal sejam estendidos. “Qualquer decisão agora,” disse o prefeito, “ seria muito precipitada”. Ele afirmou que todos os prazos iniciais relacionados às medidas de isolamento, por exemplo, já foram estendidos – em decreto – por prazo indeterminado.

– CESTAS BÁSICAS
Os representantes do SINPREFI solicitaram que o setor de ação social do município analise a situação de alguns profissionais da Educação (incluindo os agentes de apoio – que têm o menor salário do município), para que sejam repassadas cestas básicas em casos específicos. A ação seria feita com o auxílio de diretores de escolas e CMEI´s. Chico Brasileiro sinalizou que a prioridade é para as famílias cadastradas pelo Bolsa Família, mas que o pedido será analisado.

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.