Na tarde da última sexta-feira (06), foi realizada a reunião da comissão do Plano de Cargos e Carreira do Magistério, na sala de reuniões da SMED.

Representando o SINPREFI, na mesa principal, estava Viviane Jara Benitez, diretora de políticas sindicais e dra. Solange Machado, assessora jurídica do sindicato. A presidente do SINPREFI, Marli Maraschin de Queiroz, também acompanhou as discussões ao lado dos profissionais da educação.

Muitos diretores, agentes de apoio, coordenadores e secretários de estavam acompanhando a revisão do plano. “Os secretários vieram em peso. Estamos defendendo a nossa categoria e também sendo solidários com os professores e demais profissionais da educação”, explicou Ilsy Galvão, secretária da Escola Municipal Arnaldo Isidoro de Lima.

Deveria ter sido a revisão final da Minuta do Plano de Cargos e Carreira do Magistério, porém algumas divergências influenciaram para que isso não ocorresse.

Nenhum agente de apoio havia sido convocado para fazer parte da comissão, por exemplo, e o SINPREFI solicitou a participação com direito a voz e voto.

O SINPREFI defende o fim do interstício para elevação de nível – o que na ocasião foi aprovado para permanecer no Plano.

Também defende eleições para diretores em todas as unidades de ensino, inclusão de todos os cargos dos profissionais da educação no Plano de Cargos e Carreira do Magistério, igualdade de direitos e a inclusão da distribuição de turmas, que já foi votada pela categoria na última Assembleia Geral do SINPREFI, conseguindo aprovação unânime.

Segundo Ilsy Galvão, “a distribuição de turmas [da maneira como é feita] traz insegurança para aquele profissional que terminou o ano e não sabe o que vai fazer no outro ano. Estando na lei fica muito mais fácil, você já entra na escola sabendo, mas precisamos saber o que vai constar nessa lei e é por isso que viemos aqui.”

Possivelmente, mais reuniões serão programadas para finalizar a revisão.
#SINPREFI #educação #planodecarreiradomagistério #direitos

Imprimir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.